sábado, 8 de agosto de 2009

ASERÁ

Ainda hoje existem adoradores da deusa Aserá, que alegam que o Deus da Bíblia, Javé, era casado com Aserá e que esta o traiu com o deus Moloque... Infelimente quando Salomão abandonou a Deus, ele cultuou esta falsa deusa. A Ela Salomão construiu santuário em lugar alto.

Aserá, (do hebraico אשרה), é uma deusa do panteão semítico e amplamente citada na Bíblia. Aserá, era também adorada pelos cananitas fenícios e babilónicos, sendo nessas culturas conhecida pelos nomes de :

Asterath, Astorate, Asterote, Astarte, Aserá, Baalat

Conforme descrito no II Livro de Reis 23, a Deusa Aserá era adorada no Templo de Javé, quando o povo desviou-se de Deus.

O culto a deusa Aserá implicava em culto com sexo, onde os adoradores faziam sexo com as sacerdotisas do templo. As sacerdotisas de Aserá eram conhecidas por Qedeshim e nas Escrituras encontramos alusão a estas no livro de Deuteronómio 23,18, onde se lê:



«Entre as israelitas não haverá prostituta sagrada, [«Qedeshoth»], nem prostituto sagrado [«Qedeshim»] entre os israelitas.


Aserá era adorada em lugares altos, onde os seus sacerdotes lhe queimavam incenso, conforme revelado em II Reis 23, 8.



A adoração a Aserá era celebrado debaixo e árvores, os chamados "asherim" para ser colocada no altar dos seus templos, ou em lugares altos. Assim esta escrito:

não plantes um poste sagrado ou arvore junto a um altar que tenhas feito para Deus, nem levantes estela, [ coluna com inscrições] porque o teu Deus odeia-a

Deuteronómio 16:21.






Em 1934, o arqueólogo britânico James L. Starkey encontrou o jarro de Lachish, datado aproximadamente no 13º século a.E.C, provavelmente ano 1220.O jarro é decorado e contém inscrições raras do antigo alfabeto semítico. Na decoração há o desenho de uma árvore flanqueada por duas cabras com longos chifres para trás, que, segundo Ruth Hestrin, representa Asherah. Uma inscrição que segue pela borda do jarro tem sido reconstruída e traduzida por Frank M. Cross, como: “Mattan. Um oferecimento para minha senhora 'Elat”.

Na Bíblia vemos muitas vezes o povo de Israel se dsviando do culto verdadeiroe indo após deuses falsos como Aserá. Tais judeus apóstatas cultuavam ao Deus verdadeiro Javé e a Aserá, como se ambos fossem um casal de deuses como mostra a notícia abaixo:

" Em Khirbet el-Qom, ao oeste de Hebron, em 1967, outro arqueólogo encontrou um túmulo judaico da segunda metade do século VIII (Discovery, 1993), com uma inscrição na parede interior que Croatto (2001, p. 36) traduz como:“1. Urijahu [...] sua inscrição.2. Abençoado seja Urijahu por Javé (lyhwh)3. sua luz por Asherah, a que mantém sua mão sobre ele4. por sua rpy, que...”
desenhos e inscrições foram encontradas e identificadas como pithos A e pithos B. Na inscrição do pithos A se lê:“Diz... Diga a Jehallel... Josafa e...”:Abençoo-vos em YHWH de Samaria e sua Asherah”. No pithos B se lê:“Diz Amarjahu: Diga ao meu Senhor: Estás bem?”.Abençoo-te em YHWH de Teman e sua Asherah.Ele te abençoa e te guarde e com meu senhor ”.

25 comentários:

  1. DE MUITAS IMAGENS E LETRAS A SEREM CRIPTOGRAFADA ACREDITAMOS QUE POSSA EXISTIR TRADUÇÕES CONTRADITÓRIAS COM OS TEXTOS ESCRITO NO ORIGINAL...

    ResponderExcluir
  2. legal, gostei ajudou-me muito em um trabalho. Parabéns.

    ResponderExcluir
  3. Seria interessante obtermos imagens dos templos e das peças serimoniais, pricipalmente dos objetos simbolizando esta "absurda" união. Em aulas de arqueologia bíblica isto me ajudaria muito.

    ResponderExcluir
  4. É verdadeiro afirmar que Deusa Aserá foi banida das religioes por um unico motivo - MACHISMO - tudo o que é superior tem que ser masculino como o Deus Criador - tudo o que é feminino é ruim e inferior e ainda hoje perto de 2015 o mundo continua nesse absurdo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo 100%
      Os Vaishnavas cultuam igualmente a Krsna e Radharani,uma das poucas religioes que aceitam a mulher como divindade,fora isto é claro todas as religioes Pagãs que são adoraveis.

      Excluir
    2. Não é por ser do gênero feminino mas pelas práticas imorais de seus adeptos em seus cultos

      Excluir
  5. muito me admira o fato que "relatos" possam ter um efeito tão grande em tradições e culturas patriarcais. O cristianismo não é machista, pelo contrário, estimula a integração e re-integração da mulher na sociedade. Deve-se haver cuidado tanto para defender posições como para assumir que um assunto em específico seja datado como verdade absoluta.

    ResponderExcluir
  6. Asera nada mais e que a pomba girs ou seja un demonio...desde os tempos antigos satanas vem fazendo religioesfalsas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Resposta idiota e sem embasamento va estudar por favor para depois vir discutir sobre reliosidade!!!

      Excluir
  7. aseráh, ou Astarte (um ser do astral inferior), portanto, um demônio, que junto com Naban comandam o baixo astral (trevas).

    ResponderExcluir
  8. Aserah, ou Astarte (um ser do astral inferior), portanto, um demônio, que junto com Naban, comandamo baixo astral (trevas).

    ResponderExcluir
  9. Esses crentes são muito burro PQP

    ResponderExcluir
  10. Antes de falar mal dos crentes que comentaram, lembre que a imagem as imagens que temos de demônio foram construídas a partir dela e do marido Baal, cabeça de bode. Se você lembra do capeta com chifres, não pode falar mal deles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desconhecer a verdade o incapacita de fazer um comentário plausível. Historicamente, chifres sempre foram sinais de algo divino. Na Babilônia, por exemplo, o grau de importância dos deuses era identificado pelo número de chifres atribuídos a ele. O maior exemplo disto é a deusa Ishtar, detentora de sete chifres.
      --

      Excluir
    2. Belissima resposta,disse tudo!
      Essa gente deveria lr um pouco mais sobre a história das divindades e menos gibis e até mesmo a manipulada Biblia Sagrada!!!

      Excluir
    3. Infeliz seu comentário citando a Babilônia como exemplo... A nação mais prostituída, divinamente falando, da historia da humanidade. Sem entrar no mérito de qual o "verdadeiro divino" pra cada nação a qual eles conquistavam agregava-se todos os seus deuses as divindades babilônicas. Nem eles mesmo sabiam a quem adorar.

      Excluir
  11. Chifres sempre foi um sinal de divindade para pagão e não pra nós, e não tem apoio bíblico. a não ser que vc não creia na palavra de Deus

    ResponderExcluir
  12. Detesto crentes burros e manipulados!!!

    ResponderExcluir
  13. Concordo totalmente com as pessoas que disseram que as divindades que os povos cultuavam são demônios , e aos que xingaram nós de burros , sem conhecimentos e " manipulados " pela Bíblia quero lhes dizer que estão muito enganados e não sabem o que estão dizendo . Podem não acreditar mas Jesus está vindo , esta mais perto do que já esteve. Fica a dica.

    ResponderExcluir
  14. Yahweh e Asherah. DEUS TINHA ESPOSA E FOI OCULTADO, TANTO É QUE QUANDO ELE FAZ A CRIAÇÃO, ELE FALA"FAÇAMOS O HOMEM A NOSSA SEMELHANÇA, MACHO E FÊMEA OS FEZ"apocalipse 1:26,27, PORQUE SE NÃO DE ONDE VIRIA A MULHER COMO SEMELHANÇA? TA NA HORA DO POVO ABRIR MAIS O ENTENDIMENTO E DEIXAR A RELIGIOSIDADE QUE NÃO DEIXA AVANÇAR NO CONHECIMENTO.

    ResponderExcluir
  15. Yahweh e Asherah. DEUS TINHA ESPOSA E FOI OCULTADO, TANTO É QUE QUANDO ELE FAZ A CRIAÇÃO, ELE FALA"FAÇAMOS O HOMEM A NOSSA SEMELHANÇA, MACHO E FÊMEA OS FEZ"apocalipse 1:26,27, PORQUE SE NÃO DE ONDE VIRIA A MULHER COMO SEMELHANÇA? TA NA HORA DO POVO ABRIR MAIS O ENTENDIMENTO E DEIXAR A RELIGIOSIDADE QUE NÃO DEIXA AVANÇAR NO CONHECIMENTO.

    ResponderExcluir
  16. Idolatria essa mulher nunca foi e nunca será uma Deus existe somente um Deus o Deus de todo nós o criador de tudo e através de Maria nos veio Jesus para a Salvação e redenção da humanidade.. Graças e Louvores se dêem a todo o momento ao Santíssimo e Divinissimo Sacramento.. Salve Maria

    ResponderExcluir